Aveiro

Morreu diretor do jornal Defesa de Espinho aos 62 anos

0

O diretor do jornal Defesa de Espinho, Lúcio Alberto Correia, morreu hoje aos 62 anos, em Vila Nova de Gaia, na sequência de complicações de saúde inesperadas, disse à agência Lusa fonte ligada ao periódico.

De acordo com Rui Alas Pereira, jornalista e amigo de Lúcio Alberto Correia, a morte ocorreu ao fim da tarde no Hospital Santos Silva, em Vila Nova de Gaia.

Nascido a 19 de fevereiro de 1960, Lúcio Correia era diretor do jornal Defesa de Espinho, no distrito de Aveiro, há mais de vinte anos, segundo a mesma fonte.

Com uma carreira de 35 anos no jornalismo, Lúcio Correia começou no jornal O Comércio do Porto, na década de 1980, ainda na Avenida dos Aliados, e passou pelo jornal O Primeiro de Janeiro e pel’O Norte Desportivo, entre outras publicações com as quais colaborou.

Fundado em 1932, por Benjamim da Costa Dias, o jornal Defesa de Espinho tem difusão na região e no estrangeiro, junto das comunidades portuguesas originárias daquela cidade.

Notícias do Centro | Lusa

Associações de Proença-a-Nova  chamadas a criar as coroas de Natal com criatividade e originalidade

Notícia anterior

Dois homens e uma mulher detidos em Espinho por agressões a polícias

Próxima notícia

Também pode gostar

Comentários

Comentários estão fechados

Mais em Aveiro