Castelo Branco

Sertã aprova Plano Municipal de Alterações Climáticas

0

A Câmara Municipal da Sertã, no distrito de Castelo Branco, aprovou o Plano Municipal de Alterações Climáticas (PMAC) para o concelho.

O documento estabelece a visão, objetivos e metas para o combate às alterações climáticas no concelho, bem como um conjunto de medidas de mitigação das vulnerabilidades identificadas a partir da análise climática do território.

“Pretendemos conservar e valorizar a identidade do concelho da Sertã em contexto de alterações climáticas, promovendo a implementação de medidas destinadas a incrementar a capacidade de resposta e resiliência da Sertã e dos sertaginenses, rumo a uma transição justa e a um concelho verdadeiramente sustentável a longo prazo”, sintetizou o presidente da autarquia, Carlos Miranda.

O autarca salientou que as alterações climáticas são atualmente um dos principais desafios com que a civilização se confronta e considerou o PMAC um instrumento fundamental de planeamento e mitigação das alterações climáticas no concelho.

“É urgente e necessário mudar o nosso paradigma de ação e os nossos comportamentos”, concluiu.

O PMAC corporiza as opções municipais em matéria de alterações climáticas, visando reduzir as fontes e aumentar os sumidouros de gases com efeito de estufa (GEE), e moderar, evitar danos ou explorar oportunidades benéficas resultantes das alterações climáticas.

Destina-se aos agentes públicos e sociedade civil, e assume uma abordagem de curto prazo (2030), em alinhamento com os períodos temporais das estratégias nacionais e regionais.

Notícias do Centro | Lusa

Unidade Local de Saúde da Guarda reabre polo de saúde da vila de Gonçalo

Notícia anterior

Pampilhosa da Serra promove território como destino para observar o Espaço

Próxima notícia

Também pode gostar

Comentários

Comentários estão fechados