DestaqueGuarda

Pulseira eletrónica para suspeito de agredir a companheira no Sabugal

0

– Um homem de 63 anos ficou sujeito a pulseira eletrónica, depois de ser detido pela alegada prática de coação psicológica e agressões físicas contra a companheira, no concelho do Sabugal, distrito da Guarda, anunciou hoje a GNR.

Segundo o Comando Territorial da GNR da Guarda, o homem foi detido, na segunda-feira, através do Núcleo de Investigação e de Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), no âmbito de uma investigação por violência doméstica.

A fonte adiantou em comunicado enviado à agência Lusa que “os militares da Guarda apuraram que o agressor exercia, de forma continuada, coação psicológica e agressões físicas contra a vítima, sua companheira, de 63 anos”.

Após diligências policiais, a GNR deu cumprimento a um mandado de detenção, que culminou com a detenção do alegado agressor.

Também foi realizada uma busca domiciliária à residência do suspeito, a quem foi apreendida uma arma branca.

O detido foi presente ao Tribunal Judicial da Guarda, que lhe aplicou as medidas de coação de proibição de contacto com a vítima e de aproximação da sua residência num raio de 300 metros, através de controlo por pulseira eletrónica.

A GNR lembra que a violência doméstica “é um crime público e denunciar é uma responsabilidade coletiva”-

Notícias Do Centro

Guarda: B. Riddim promove inclusão social e estímulo criativo com crianças e jovens

Notícia anterior

Fundão: Venha conhecer as tasquinhas e a animação da Feira do Enchido e do Presunto na Atalaia do Campo

Próxima notícia

Também pode gostar

Comentários

Comentários estão fechados

Mais em Destaque