DestaquePrazeres

Penamacor Vila Madeiro está à porta e já tem programa completo

0

O Penamacor Vila Madeiro regressa, este ano, nos dias 7, 8, 9, 10, 11, 17, 18, 23, 24 e 25 de dezembro.

O evento arranca no dia 7 de dezembro, pelas 15h00, com grupos pelas ruas da Vila a anunciar a chegada de mais uma edição do Maior Madeiro de Portugal, seguido da Festa no recinto de Nossa Senhora do Incenso, já de noite, e prosseguindo, no dia seguinte, com o habitual desfile de tratores que carregam os troncos até ao adro da Igreja. O momento alto do certame e desta tradição acontece na passagem da noite de 23 para 24 com o acender da fogueira.

A festa do Maior Madeiro de Portugal conta, mais uma vez, com mercado de Natal, tasquinhas, espaço infantil, animação itinerante, fóruns, colóquios, feira do livro, showcooking, passeios pedestres e equestres, concertos e workshops, entre inúmeras atividades recreativas, gastronómicas e culturais.

A inauguração acontece no dia 7 de dezembro, pelas 16:00, com visita aos expositores, comércio local e espaços decorados pela população. O Grupo de Bombos dos Três Povos, as Concertinas de Natal, a Lôa Trovadoresca e os Trovadores da Beira estão encarregues da animação de rua nesse dia, sendo que a Concentração do Madeiro decorre a partir das 22:00, no Recinto da Nossa Senhora do Incenso, numa iniciativa que contará com a atuação do Grupo 7 Saias, da Tuna Académica “JÁ B’UBI E TOKUSKOPOS”, do Grupo de Cantares do Rancho Folclórico de Penamacor, de Grupos de Concertinas e de Bombos, dos Tok’Avakalhar e de os já habituais grupos espontâneos que ajudam a animar a festa.

No dia seguinte, a festa prossegue com o Desfile do Madeiro, com os tratores a carregarem os troncos até ao Adro da Igreja. Nesse dia, a animação de rua está a cargo do Trio Natalino, do Quarteto “Sons da Serra”, da Lôa Trovadoresca, dos Manta D’Ourelos e dos Manos Almeida. Já no fim-de-semana de 9, 10 e 11 de dezembro, realce para os concertos de Os Duendes, do artista Leonardo, do grupo espanhol Indy Tumbita e dos alunos do polo de Penamacor da Academia de Música e Dança do Fundão (AMDF), para o Baile do Madeiro, com Artur e Márcia, para o 6º Encontro de Cantares ao Menino e para o Passeio Pedestre Vila Madeiro. A animação de rua desse fim de semana é garantida pelo Grupo de Cantares de Pedrogão de São Pedro, pelo Grupo de Concertinas “Estrelas De Jarmelo”, pelas Concertinas de Alpedrinha, pelo Grupo de Concertinas “Os Foligaitos”, pela Orquestra de Foles, pelos Amigos das Concertinas, pelos Picadinhos das Concertinas, pela Fanfarra Nem Fá Nem Fum e pelas Concertinas da Gardunha.

O Madeiro em Penamacor é aceso, como manda a tradição, a 23 de dezembro, mas antes, no fim-de-semana de 17 e 18 de dezembro, destaque, ainda, para o VIII Passeio Equestre Vila Madeiro, para o Workshop “Salvaguarda da Floresta Autóctone”, para o Colóquio “A Produção de Mel e a Serra da Malcata”, para um Banho de Floresta e Observação Astronómica, para o Concerto de Natal do Polo de Penamacor da AMDF, para mais um passeio Pedestre Vila Madeiro, para o Fórum Madeiro – A Chama da Tradição e para mais um concerto do artista Leonardo.

A animação está ainda garantida com o Grupo de Bombos do Barco, com o Trio Soldadinhos de Chumbo, com o saxofonista João Salcedas, com os Cavaquinhos de Penha Garcia, com os Trovadores da Beira, com os Reis Magos, com o Grupo de Gaitas da Golegã e com os Manos Almeida. Finalmente, o último fim-de-semana arranca com a animação da Banda “Fun Christmas” e da BFC Street Band, seguida dos concertos da Banda Filarmónica de Aldeia de João Pires e do Soul Gospel Project.

O Maior Madeiro de Portugal é depois aceso às 23:59, contando com as atuações da Fanfarra 4XX, dos Tok’Avakalhar e das Concertinas de Alpedrinha. Até ao dia 25, de destacar as atuações do saxofonista João Salcedas, do grupo É Natal, da Orquestra do Pai Natal, dos Bordões da Beira, do Pai Natal Cantor com o Inseparável Duende e de As Aventuras na Lapónia, além dos Cânticos ao Menino junto à fogueira. No dia 25, destaque maior para o Circo Mágico de Natal, na Tenda Vila Madeiro. O programa completo pode ser consultado em https://www.vilamadeiro.pt/

Recorde-se que o Madeiro de Penamacor ganhou fama de ser o maior do país. Todos os anos, com o aproximar do Natal, por todas as freguesias do concelho, os jovens em idade de cumprir o serviço militar unem-se para cortar e transportar os troncos que alimentarão a fogueira para aquecer o Menino Jesus.

O grande monte de madeira, depositado no adro da igreja, é ateado ao cair da noite do dia 24, à exceção de Penamacor, que arde de 23 para 24, e mantém-se aceso durante vários dias. Depois da ceia de Natal, a população reúne-se em redor da fogueira, num gesto ritual de fraterno encontro. Em Penamacor, a chegada do Madeiro tem data marcada e o ato assume foros de festividade.

De facto, no dia 8 de dezembro, a população acorre generosamente à rua para saudar o cortejo de tratores e reboques, em número que procura sempre bater o antecedente, onde os jovens do ano, dantes só os rapazes e agora também as raparigas, empoleirados nos troncos, atiram à rebatina os frutos do ramo de laranjeira que a praxe manda trazer, cantando acompanhados à concertina.

Notícias Do Centro

Pena suspenda para funcionária pública condenada de se apropriar de taxas moderadoras

Notícia anterior

Três feridos em incêndio numa habitação em Esmoriz

Próxima notícia

Também pode gostar

Comentários

Comentários estão fechados

Mais em Destaque