AveiroDestaque

Pedras parideiras caem na Luz

0

O Benfica venceu esta sexta-feira o Arouca, por 4-0, em jogo da primeira jornada da I Liga de futebol, que marcou o arranque da competição e que as ‘águias’ dominaram por completo.

O Benfica, confirmando o bom momento, entrou no jogo praticamente a ganhar, com Gilberto a inaugurar o marcador (08). Rafa (42) fez o 2-0 depois de uma boa jogada individual e, ainda na primeira parte, o reforço Enzo Férnandez (45+7) fez o 3-0. Já na segunda parte, Rafa (86) bisou e fechou a contagem em 4-0.

Como já se esperava, a jogar em casa, o Benfica entrou para os primeiros minutos da época a todo o gás e empurrou a equipa do Arouca para junto da sua área. Por isso, foi sem surpresa que as ‘águias’ se colocaram em vantagem, com Gilberto a marcar o primeiro golo da I Liga. Depois de um excelente desenho no flanco esquerdo, Grimaldo apareceu na esquerda completamente solto para poder cruzar e meteu a bola na cabeça de Gilberto, que fuzilou para o 1-0.

A perder, o Arouca reagiu ao golo do Benfica e espreitou pela primeira vez o ataque, com algumas boas jogadas, que chegaram mesmo a colocar à prova Vlachodimos e a defesa ‘encarnada’.

No entanto, e apesar do período mais ‘apagado’ no encontro, o Benfica reforçou a vantagem já perto do intervalo. Ao minuto 42, Rafa arrancou com a bola ao seu estilo, furou a defesa do Arouca e com ressaltos pelo meio fez a bola chegar a Gonçalo Ramos. O cabeceamento do avançado embateu na trave, mas na recarga o próprio Rafa encostou de forma fácil para o 2-0.

Em tempo de compensação do primeiro tempo, e já em superioridade numérica pela expulsão de Mateus Quaresma no Arouca, o Benfica resolveu em definitivo a questão, com Enzo Férnandez a faturar o 3-0. Gilberto e Neres combinaram na direita, um ressalto na pequena área deixou a bola sem dono e o argentino não se envergonhou e encheu o pé direito para fuzilar o desamparado guarda-redes do Arouca.

Com a vitória assegurada, o Benfica entrou para o segundo tempo em ritmo de treino, baixou muito a intensidade e a espaços ia procurando mais um golo.

Já a pensar no confronto com o Midtjylland, a contar para a segunda mão da terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões, Roger Schmidt ‘alinhou’ neste ritmo controlado dos ‘encarnados’ e aproveitou para refrescar a equipa, com as entradas de Bah, Weigl, Yaremchuk e Henrique Araújo.

Já dentro dos cinco minutos finais, e depois de muito rondar a baliza do Arouca, totalmente encostado às cordas, o Benfica fechou o resultado em 4-0, com Rafa a bisar num remate fácil na pequena área, depois de cruzamento do dinamarquês Alexander Bah.

Notícias Do Centro

Acidente com trator provocou um morto em Sever do Vouga

Notícia anterior

Interior da Região Centro em perigo máximo de incêndio

Próxima notícia

Também pode gostar

Comentários

Comentários estão fechados

Mais em Aveiro