Leiria

“Link Me Up – 1000 Ideias” já deu resposta a 48 problemas e desafios reais 

0

Ao longo das últimas quatro edições do projeto “Link Me Up – 1.000 Ideias”, foram já resolvidos 48 casos apresentados por 47 empresas e instituições, envolvendo cerca de 250 estudantes e mais de 90 facilitadores do Politécnico de Leiria e de escolas com ensino profissional. Os vencedores das edições regionais do Link Me Up vão participar na fase nacional, que se realiza no Politécnico de Beja, entre os dias 12 a 15 de setembro, estando a concurso prémios para os 1.º, 2º e 3º classificados (5.000 euros, 3.000 euros e 1.500 euros, respetivamente). 

A decorrer está já o período de manifestações de interesse pelas empresas/organizações, que devem ser apresentadas até ao dia 7 de setembro, via e-mail para linkmeup@ipleiria.pt ou susana.rodrigues@ipleiria.pt. As empresas/organizações são convidadas a apresentar problemas reais e/ou desafios para os quais se procuram respostas, integrando equipas multidisciplinares de estudantes do ensino superior de diversas áreas, empresas/organizações e professores que são os “facilitadores” do processo de cocriação de inovação nos “casos” apresentados. 

A nível nacional, o projeto “Link Me Up – 1.000 Ideias” conta já com cerca de 490 casos desenvolvidos, envolvendo aproximadamente 2.500 estudantes, 570 facilitadores e 440 empresas e instituições. O objetivo do projeto é atingir, até à sexta edição, em 2023, 1.000 ideias, ou seja, 600 casos de cocriação de inovação e 400 ideias de negócio, e o envolvimento de 4.835 estudantes e 600 empresas, bem como gerar a criação de 50 empresas.

O “Link Me Up – 1.000 Ideias” é um projeto liderado pelo Politécnico de Leiria, e engloba um consórcio de 13 politécnicos portugueses, de Norte a Sul do país. O projeto consiste na constituição de equipas multidisciplinares de estudantes de diversas áreas, colaboradores de empresas/organizações e docentes que são os “facilitadores” do processo de cocriação de inovação. As equipas têm de resolver casos, ou seja, problemas/desafios reais que as empresas/organizações colocam e para os quais se procuram respostas, numa perspetiva de apresentação de sugestões e de orientação estratégica futura.

O processo de cocriação de inovação com a metodologia Demola desafia os estudantes de ensino superior, em cocriação com as organizações globais e locais, a criar um futuro melhor. O processo implica a angariação e seleção das empresas/organizações, a redação dos casos, a angariação e seleção dos estudantes. O projeto inicia-se com a apresentação por parte de uma empresa, de um problema/desafio que consiste num tema, um fenómeno ou uma tecnologia que interessa compreender, para abrir novas possibilidades de negócio ou ajuda aos negócios atuais.

As empresas colocam um desafio que é transformado em “case design” e colocado online. Os estudantes candidatam-se, na plataforma do projeto, à participação no caso da empresa que querem e, após a seleção dos candidatos que garantem as competências necessárias à resolução do caso, a equipa multidisciplinar é constituída. Segue-se o processo de cocriação de inovação, através de design thinking, abordagem de cenário e construção de demonstração, ao longo de oito a dez semanas. Por fim, são apresentados os resultados de cada equipa, que podem permitir a concretização da visão e oportunidades futuras da empresa/organização.

O “Link Me Up – 1.000 Ideias” tem um investimento de 5,9 milhões de euros e um financiamento de 4,7 milhões de euros de Fundo Social Europeu, através do programa Compete 2020, Portugal 2020 e União Europeia. Mais informações sobre o projeto podem ser consultadas em https://www.ipleiria.pt/projeto/link-me-up-1000-ideias/.  

Notícias Do Centro

Tondela combate escassez de água

Notícia anterior

Esculturas metálicas recolhem plástico nas praias fluviais de Vila de Rei

Próxima notícia

Também pode gostar

Comentários

Comentários estão fechados

Mais em Leiria